Blogue

3 anos curtos - um aniversário

Hoje celebrou-se o terceiro aniversário do Shortcutz Viseu. Ao longo destes anos as sessões de curtas metragens passaram por um alfarrabista, foram até uma fábrica de sabão onde ganharam raízes e amizades, estiveram pelo Museu Nacional Grão Vasco acompanhadas de outras obras de arte e encontraram casa no Carmo'81.
Depois de uma campanha de crowdfunding muito bem sucedida, onde alcançámos 124% do objetivo proposto, o Carlos Salvador, eu e o José Crúzio colocámos de pé a festa de aniversário e entrega de prémios anuais. "O silêncio entre duas canções" de Mónica Lima venceu a melhor curta do ano. A interpretação de Joana de Verona no mesmo filme saiu premiada, mas a surpresa da noite terá sido João Sá Nogueira, com o jovem actor a vencer na sua categoria rodeado de veteranos. "Arcana" de Jerónimo Ribeiro Rocha; "Prefiro Não Dizer" de João Pedro Augusto, "Gasolina" de João Teixeira; Mia Tomé em "Sintoma de Ausência" e "Lei da Gravidade" de Tiago Rosa-Rosso foram os outros galardoados.

A noite foi de festa. O ambiente informal das sessões transbordou no aniversário, nem sempre com o discurso mais eficaz, mas embebidos de alegria e rodeados de pessoas que admiramos tornou este dia muito especial.

João Sá Nogueira (em primeiro plano), vencedor na categoria de Melhor Actor, 2016.

João Sá Nogueira (em primeiro plano), vencedor na categoria de Melhor Actor, 2016.

"O silêncio entre duas canções" de Mónica Lima, eleita Melhor Curta do Ano, em exibição.

"O silêncio entre duas canções" de Mónica Lima, eleita Melhor Curta do Ano, em exibição.

Ana Seia de Matos, atenta, que durante toda a sessão controlou a tela.

Ana Seia de Matos, atenta, que durante toda a sessão controlou a tela.

Cartaz da sessão de aniversário. Design da minha autoria.

Cartaz da sessão de aniversário. Design da minha autoria.

Uma projeção, uma exposição e um amor.

Uma projeção, uma exposição e um amor.