Blogue

Feira de São Mateus

Esta feira, a Feira de S. Mateus, é a mais antiga da península ibérica. Existe há 624 anos e o que é hoje não será certamente o que era naquela altura. Aliás, não é sequer a mesma de quando cresci gaiato. As pontes de madeira deram lugar ao metal, no lugar das diversões cresceu o Fórum Viseu, pavilhões foram demolidos e substituídos por outros.

A feira deste ano promete ser a mais visitada de sempre. É possível. Eu contribuí com a minha presença logo no segundo dia. No entanto, não foram as novidades que me chamaram a atenção, mas sim os rostos que a habitam e a fazem, os feirantes. Quem lá trabalha não parece ver o mesmo do que quem a visita. O olhar cansado contrasta com os sorrisos e gargalhadas das famílias. O ritmo lento, a  ansiedade de ter um bom dia de bilheteira, a repetitividade de cada tarefa pesam nos movimentos.

Estas são algumas fotografias feitas entre o barulho ensurdecedor dos carrinhos de choque e o kanguru, entre pequenas conversas e três tropeções.